Deus não existe e não há como negar tamanha verdade!

Atualizado: Nov 6

"Deus não pode existir, mesmo que a humanidade atravesse os múltiplos universos atrás desta "existência divina" - certamente todos eles estão fadados ao fracasso."
Deus não existe e não há como negar tamanha verdade! Mesmo que o roer dos dentes em dias de estrondo rompam os tendões, vinde e ouça!
Tudo aquilo que "existe" é finito e limitado, mas Deus é infinito e ilimitado. Como Ele poderia existir? Deus não pode existir, mesmo que a humanidade atravesse os múltiplos universos atrás desta "existência divina" - certamente todos eles estão fadados ao fracasso.
Como as aves que anunciam as vigílias da primavera, a humanidade procura encontrar na materialidade alguma comprovação da existência de Deus e obviamente estão todos eles fadados ao fracasso absoluto. Isso ocorre porque tudo o que "existe" são as projeções relativas e fragmentadas da Luz Superior, que por sua vez, são uma fração da essência criativa de Deus.
Outrossim, o que existe é relativo a forma como o indivíduo contempla e compreende o seu constructo de realidade. Tudo aquilo que existe é uma manifestação do Único, mas Ele não pode existir porque Ele permanece em essência como combustível de tudo o que existe, sustentando-os com Verdade para sempre através dos séculos. Ele é o mesmo antes que o mundo fosse criado, Ele é o mesmo neste mundo, Ele é o mesmo no Mundo Vindouro e não há outro além Dele.
Concluo, portanto, afirmando-lhes que é correto que se diga, em alto e bom tom: Deus não existe, porque aquilo que existe precisa morrer, logo, é finito e limitado. Deus é [em essência] e permanecerá eternamente, porque a verdade é imutável e intransferível. E não há outro como Aquele cujo atributos são a Sua onipotência, onisciência e onipresença.

Texto escrito por Alef Yaakov para MKB News.

Todos os direitos reservados da Academia Merkabah.

132 visualizações